Jogamos e compartilhamos os melhores jogos de corrida!

O acidente fatal de Tom Pryce na Fórmula 1 [1977]

GD Star Rating
loading...

Este vídeo mostra o acidente fatal de Tom Pryce na Fórmula 1, que aconteceu no Grande Prêmio da África do Sul que aconteceu no dia 5 de março de 1977.

No fatídico dia, o britânico Thomas Maldwyn Pryce (11 de junho de 1949 – 5 março de 1977) estava pilotando sua Shadow na 22ª das 78 voltas do circuito de Kyalami, quando seu companheiro de equipe, o italiano Renzo Zorzi, com vazamento de combustível, estacionou na beira da reta principal da pista. Os fiscais, Vuuren (19 anos) e William (25 anos), tiveram que agir rapidamente para evitar um incêndio, algo bastante comum na categoria daquela época e o carro do italiano já estava começando a pegar fogo.

Sem autorização para atravessar a pista, a dupla estava em um ponto desfavorável, tendo visão limitada da enorme reta de Kyalami. Havia uma curva rápida pouco antes e não dava para perceber as aproximações. William cruzou a pista normalmente, entretanto, Vuuren, logo atrás, foi atingido em  cheio por Pryce, que não teve tempo para desviar.

Vuuren foi lançado para cima enquanto Pryce foi atingido na cabeça pelo extintor de incêndio que o fiscal carregava. A Shadow seguiu em alta velocidade, descontrolada, colidindo ainda fortemente com a Ligier de Jacques Laffite. Enquanto o fiscal e o piloto galês morreram instantaneamente, o francês escapou ileso.

Vuuren estava tão desfigurado que, depois da corrida, surgiu dúvida a respeito de qual fiscal havia morrido. Reuniram-se todos os fiscais e, por eliminação, perceberam que o jovem de 19 anos era o único que estava faltando.

“O comissário não precisava ter atravessado tão afoitamente, pois quando passei não havia fogo no carro [de Zorzi]. O que mais me deixou nervoso é que o bandeirinha poderia ter atravessado na minha frente, já que Pryce vinha apenas seis segundos atrás de mim. Quer dizer, escapei por seis segundos”, Emerson Fittipaldi, revelou, sobre o assunto, em sua coluna na revista Quatro Rodas de março de 1977.

A corrida acabou sendo vencida por Niki Lauda, sua primeira desde o grave acidente no GP da Alemanha do ano anterior. Apesar de uma importante e significativa conquista, o Lauda declarou que “não havia felicidade”, por conta do que aconteceu.

Tom Pryce competiu na F1 de 1974 a 1977 depois de uma impressionante disputa em uma corrida de suporte em Mônaco pela Formula 3, em 1974. Ele ganhou seus primeiros pontos em sua quarta corrida e é o único galês a ganhar uma corrida de Fórmula 1 e a liderar uma corrida, o Grande Prêmio da Inglaterra de 1975. Ele conquistou dois pódios e 19 pontos em sua carreira e eu diria que estes números teriam aumentado significantemente se não fosse a tragédia.

Tristes lembranças de um triste evento.

Descansem em paz.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.